Cursos Belo Horizonte: e-mail para helenacompagno@hotmail.com ou acesse na janelinha à direita

20 de setembro de 2017

Bagagem de mão

Quando resolvi dar aulas de costuras para iniciantes, criei/copiei/aprendi a fazer várias peças de enxoval e presentes para a casa. Não queria ensinar a fazer roupas, embora eu mesma faça as minhas, mas não tenho formação em modelagem para poder ensinar com excelência. Coloquei em cada peça um processo de costura, onde a aluna poderia aplicar em outros projetos,  como colocar um zíper, com forro, com manta... um zíper simples; várias formas de costurar um viés; usar entretela; fazer peças com enchimentos;  fazer um laço; pregar um bolso; costurar uma alça; costurar uma renda simples, um renda guipir... pregar barrados; aplicar um bordado inglês (tira bordada aqui em minas); colocar um ilhós; fazer uma costura francesa (embutida); colocar um forro; passar um cordão; costurar um elástico; pregar um botão, de pressão ou não; fazer diversos tipos de barras...

Tudo foi pensado, planejado, treinado, mas....

Sempre aparece uma ou outra aluna me mostrando coisas que viu na net que gostaria de fazer. Explico que tudo aquilo que contém naquela peça ela já aprendeu aqui. Mas para quem está iniciando nas costuras ainda não consegue visualizar dessa forma. Então eu ensino se a peça vai ser de interesse das demais, pois para cada novo projeto tenho que separar algumas horas para executá-lo, estudar uma forma de simplificar, fotografar todas as passagens, redigir o texto do passo a passo... Tudo isso demanda muito tempo.

Fiz essa bolsa, embora tenho uma bem parecida que ensino aqui. 
Fiz várias até chegar ao resultado final, onde simplifiquei bastante para que as alunas pudessem fazer sem muito sofrimento. Eliminei o viés do zíper, retirei a manta dos puxadores, troquei a manta pelo acoplado, a entretela pelo tnt gramatura 120, incluí um bolso, modifiquei as alças,... Fiz em duas versões da bolsa: uma mais alta e estreita e outra mais baixa e larga. Gostei das duas.
A Olívia foi a primeira a fazer, pois foi ela que achou esse modelo. A primeira deu muito trabalho, pois ainda não havia simplificado, mas ela queria tanto fazer... Foi um parto, mas ficou linda, não ficou?
E ela ficou toda orgulhosa, exibindo sua cria ao mundo
Apresentei às alunas e todas amaram a tal malinha. Alunas antigas, que já haviam feito o curso aqui comigo quiseram vir fazer a aula. Nesse caso ofereço como aula avulsa - geralmente às sextas ou sábados para não atrapalhar o horário normal de aula. Para as demais que frequentam o curso, vão aprender durante a aula semanal. Dá trabalho? Claro, não é num vaput-vupt que se faz, com "um pé nas costas" como muitas falam.
Para quem vem de fora, todo o material já está incluído no valor da aula, que poderá ser individual ou em dupla. Mas é importante que já sabe costurar. Também vendo o kit completo para as alunas que não querem sair para comprar todo o material, como fez a Adriana. Nesse caso fica mais fácil, pois a aluna já recebe o material todo cortado e quiltado, economizando muito tempo de aula. 
Fiz uma pra mim para viajar como bagagem de mão, sem pagar pela bagagem, pois nela cabe roupas suficientes para passar um final de semana. Dessa vez viajei de carro com o marido. 
 Ela foi na frente,comigo,  com tudo à mão: eletrônicos, documentos, óculos, remédios, agenda, creme para as mãos...
 Em cada paragem para tomar um café, descia eu, orgulhosa, com a minha malinha de mão!
Ô alegria saber costurar!!!

17 de setembro de 2017

Passo a passo laço gordinho

Desde pequena faço laços. Fazia  para o cabelo, sapato, bolsa... Eu adoro laços. Fico inventando coisas, virando aqui e ali. Eu nem sei se a forma correta de fazer um laço gordinho é assim. Eu faço assim e vou ensinar.

Corte 2 fitas de uns 30 cm cada
Dobre as duas pontas e corte em diagonal, iniciando pela dobra  
Para que fique como um "rabo de tesourinha"
Pegue uma das fitas, cruze
Com uma agulha e linha marque o centro
Dê alguns pontos de alinhavo, franzindo
Finalize dando uma laçadinha na linha para que os pontos não se desmanchem. Está pronto um.
Faça o segundo da mesma forma
Junte os dois laços, um sobrepondo o outro com os lados invertidos, assim:
 Está pronto.
Amarre outro pedaço de fita para esconder os pontos.
E use seu laço onde quiser. Aqui usei nos saquinhos de sachê para enfeitar a caixa de presentes.
Como sugestão, acrescente um cartãozinho, agradecendo o convite, retribuindo um presente, dar boas-vindas ao  novo vizinho...

A sacolinha de papel foi substituída por uma feita em TNT. Esse tnt tem gramatura 120 - não tão fino e não tão duro. Costuro uma rendinha na borda para dar um ar mais "riquinho", pois como sabem, TNT é um "tecido não tecido", meio "pobrinho".


Esse presente foi feito para a Fernanda -  uma ex aluna que me convidou para um café. Foi uma alegria estar com ela, em sua casa, partilhar da sua vida, conhecer seus filhos e marido. A Fernanda é uma pessoa muito prendada, boa esposa e mãe super dedicada. Sabe fazer bolo, pão, costura e borda em pedrarias. Coisa mais linda.

Levei porta-guardanapos de presente
Combinou super bem com os lindíssimos jogos americanos que ela mesma fez! 
Olha o carinho para me receber
Lembramos de tirar foto quando já estava de saída
 Foi uma tarde muito feliz, que em breve iremos repetir aqui em casa

13 de setembro de 2017

Miscelânea de assuntos

Quando criei a página no FB Veja a página aqui prometi a mim mesma que a página de lá jamais iria substituir a daqui. Mas, sabe...

... meu dia é tão corrido, pouco tenho fotografado, pouco tenho para contar sobre as aulas, pois com o tempo tudo vai virando uma repetição de tudo. Não quero ser redundante, ficar aqui falando dos mesmos assuntos, mostrando os mesmos trabalhos. Não quero cansar vocês. 

Hoje em dia tudo é filmado - filminhos que se apagam no Instagram. Tudo é tão momentâneo, tudo tão transitório...

Tenho recebido muitos pedidos para gravar vídeos. Penso muito sobre isso, tornar o curso on-line. Dessa forma poderia ficar mais tempo em São Paulo com minha filha mais velha. Mas a net está tão cheia de vídeos de costuras, não acham? Gosto de estar com as alunas, criar laços. Acho tão gostoso quando as ex-alunas me procuram contando seus progressos, seus projetos no mundo da costura. Contam o quanto são gratas a mim, o quanto, o fato de ter aprendido a costurar,  mudaram suas vidas. O quanto se tornaram produtivas, prendadas. O quanto lembram de mim todas as vezes que sentam na máquina de costura. Isso é lindo. Transbordo de emoção, de orgulho. Agradeço a Deus todos os dias pelo tom que tenho, por espalhar essa arte maravilhosa que é a arte da costura. Adoro nossos encontros, nossos cafés, nossas oficinas, nossas aulas...

Dia desses recebi uma amiga para um café. Uma ex-aluna que se tornou uma grande amiga que amo. Muitas vezes ela me convida para um café na casa dela, outras convido aqui. É sempre uma alegria estar com ela - uma pessoa do bem, que me inspira a ser melhor. Siga sempre pessoas do bem!
Vou mostrando aqui as coisas que coloquei na mesa, tá bom? As coisas que mostro aqui no blog é para incentivar pessoas a costurar, a cuidar das suas casinhas, a ser mais feliz em casa, pois sei que muitas pessoas se consideram infelizes por não estar no mercado de trabalho aí fora, nas empresas. Mas quer um conselho, minha amiga? larga mão de querer trocar o conforto do seu lar por um salário que nem vai valer a pena (se for o caso, claro). Tenho amigas que trabalham fora, se privam do convívio com os filhos pequenos, o que ganham mal dá para pagar aquilo que tercerizam. Mas se ficar em casa, façam alguma coisa extra para ganhar um dinheirinho. Não dá tempo? Mas quem disse que precisa lavar banheiro e fazer arroz todos os dias?   

O caixotinho branco foi pintado durante a aula da Adriana. Enquanto ela pintava o dela, eu pintava o meu. Nem sempre quem costura tem jeito para pintar, mas a Adriana tem. O dela ficou melhor do que o meu! A toalhinha faz parte das peças que ensino no curso. 
Um dos modelos de porta-guardanapos que ensino nas aulas. Para aprender não precisa frequentar o curso de costuras.
 
Arrumo a mesa na sala de jantar.
Usei passadeiras feitas no brim verde - um tecido muito simples e barato, mas na mesa, ornadas com os forrinhos em filó e renda ganham status de "nossa que bonitas!" Capas de sousplast em tecido laminado; guardanapo em sarja branca e renda guipir. 
 Vasinho de suculenta que ganhei em outro encontro, com outras ex-alunas e amigas que amo. 
As flores e verdinhos dentro do caixotinho são artificiais. Também uso o caixotinho para por os temperos. Muito úteis.
 Close no vasinho de suculentas frescas
Dois potinhos lindos que ganhei de outras ex-alunas (amigas). Um eu uso como açucareiro e outro com capuccino. Duas lindezas que amo. E todas as vezes que uso lembro delas, da Valéria e da Flávia
 Saquinhos de chá 
Fiz bolo e pão fresquinho. Os descansadores de chaleiras (ou panelas) ensino aqui no curso para quem quer aprender. São super úteis, pois servem para cortar queijos e servir frios na mesa. 
  Amo essas coisinhas miúdas na mesa. Esse daí ganhei da cunhada que sabe que adoro. 
 A mesa estava assim antes da sua chegada
Preparei um presente exclusivo, onde batizei com seu nome porque tem a sua cara, a cara da delicadeza. 
Sexta-feira fui convidada para outro café na casa de outra ex-aluna. Amo esse carinho. 

Abri um Instagram, mas ainda não me animei a postar nada lá, pois não quero ser repetitiva. Sim, sei que os públicos são diferentes.

E você, me conta aqui (nos comentários, pelo e-mail, por mensagens in-box do FB), do que você mais gosta? Devo postar no Instagram? No FB ou só aqui? Conta, quero saber.

30 de agosto de 2017

Celebrando momentos...

na hora do café   que se prolongou noite adentro. 

Apenas um pão e bolo feito em casa

Nada trabalhoso, cansativo. E a mesa,  elegantemente vestida, como um dia de festa!